Segunda, 01 de junho de 2020
(66) 9903-9558
Brasil

19/05/2020 às 07h59

13

Marquinhos

Peixoto de Azevedo / MT

Arrecadação de MT chega a R$ 10 bi e mostra fôlego
Os cofres públicos alcançaram a marca de R$ 10,2 bilhões em valores antes de fechar o quinto mês de 2020
Arrecadação de MT chega a R$ 10 bi e mostra fôlego
....

O governo do Estado registra aumento na arrecadação até maio, em comparação com o mesmo período do ano passado. Os cofres públicos alcançaram a marca de R$ 10,2 bilhões em valores antes de fechar o quinto mês de 2020.


Se comparado com o ano de 2019, o governo está a R$ 500 milhões de alcançar o montante arrecadado no primeiro ano da gestão Mendes. Até a data de segunda-feira (18), são 138 dias do ano de 2020, o que representa uma arrecadação diária da ordem de R$ 74,543 milhões.


O balanço mostra que Mato Grosso tem resistido, até então, de forma satisfatória à paralisação das atividades econômicas e à inevitável queda de receita pública provocada pela pandemia de coronavírus.


Em relação aos demais poderes constituídos - Tribunal de Justiça, Ministério Público, Assembleia Legislativa, Tribunal de Contas e Defensoria Pública, o Estado já repassou mais de R$ 1,064 bilhão em duodécimo.


Em abril deste ano, que ainda não está totalmente contabilizado, pois nas últimas horas o Portal Transparência voltou a ser atualizado e altera valores constantemente, a previsão que deve estar com lançamento desatualizado era de R$ 3,239 bilhões e até ontem os valores contabilizados eram de R$ 1,972 bilhão.


Números superam previsões
Levando-se em consideração abril de 2019, a previsão de receita total era de R$ 2,306 bilhões e o Estado arrecadou R$ 2,369 bilhões, portanto, de um ano para o outro, o governo do Estado que sinalizou repetir em 2020 o orçamento de 2019, acrescentou quase R$ 500 milhões a mais na expectativa de arrecadação.


O mesmo aconteceu com o mês de maio, que ainda não se encerrou e que até agora contabiliza R$ 1,253 bilhão em receitas totais diante de uma previsão de R$ 2,639 bilhões.


Em maio de 2019, já sob o comando de Mauro Mendes, Mato Grosso estimava arrecadar R$ 2,097 bilhões e arrecadou R$ 2,209 bilhões, sempre mantendo maior volume arrecadado do que o previsto.


O governo vem mantendo uma arrecadação maior que 2019, somado os 4 primeiros meses do ano. Apesar disso, a previsão de que Mato Grosso seja impactado de forma mais acentuada com a restrição das atividades econômicas, leva o executivo a argumentar que é preciso rever o pagamento do duodécimo dos demais poderes.


Já o presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (DEM), e o chefe do Ministério Público, o procurador-geral de Justiça José Antônio Borges, afirmam que só conversarão sobre redução de orçamento dos poderes em junho.

FONTE: GAZETADIGITAL

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados